Qualquer semelhança é mera conhecidência...

terça-feira, 18 de setembro de 2012

uma postagem chata mais necessaria


Eu mostrei meus espinhos a você, e teus olhos me pareceu tão compreensíveis, achei que poderia ter o teu apoio pra vida toda, em meu coração a amizade iria durar. Tola! Não sabe que você não é o bastante para ninguém?!
Esperava que o príncipe viesse provar o sapatinho de cristal todos os dias no teu pé, e de graça varreria seu coração aborregado de  questões?
A questão é a humilhação, o amor morreu... você matou ele por todas as direções com faquinha de serra...a cada letra, de cada palavra grosseira, contia uma gota de rancor...Foi um peso em minhas costas, e o buraco se fechou, e eu fiquei la dentro...
[Esta escuro e frio...]

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Quando dei por mim, já estava em ti...


Me sinto traindo um sentimento que eu mesma inventei pra me fazer sentir melhor...  Estou me submergindo e seguindo em sua direção.  É culpa dessa proteção toda que você me oferece, e esses seus olhos, há esses seus olhos que me atraem e me levam a perdição.... São tantos “e se” me oferecidos, que se torna inevitável eu não imagina-los...
Com você, eu sei, serei eu mesma... Mais depois, com o resto do mundo, eu finjo ser quem não sou, porque este é o padrão de alguém perfeito que exige muito de apenas pó...
Nunca pensei em me entregar assim por apenas uma noite, isso é tornar meu sonhos insignificantes, mais por dentro me sinto tão mofada, que um pouco de sangue quente cai bem...
Ao me encontrar você me perdeu de vez, e as vezes é bom estar perdida, não tão bom politicamente, mais bom pro coração... pro corpo... pra pele... pro meu sorriso enfim...
Eu mal percebi e você já tomou conta de mim...